imprensa

Concerto de aniversário reúne professores, alunos e convidados da Fundação das Artes na Sala São Paulo

Cerca de mil pessoas, entre alunos, professores, funcionários e comunidade FASCS estiveram presentes no concerto de 51 anos da instituição, prestigiando os 120 músicos que se apresentaram neste Primeiro de Maio em um dos melhores equipamentos culturais do mundo
imprensa


Em noite de gala, o concerto de aniversário de 51 anos da Fundação das Artes de São Caetano do Sul foi comemorado neste Primeiro de Maio na Sala São Paulo. O evento teve a participação especial do acordeonista Toninho Ferragutti, que se apresentou ao lado da Orquestra Sinfônica Jovem e da Big Band Salada Mista. A abertura, no Foyer da Sala São Paulo, ficou com o Grupo de Flautas Doces, Quarteto de Violões e Orquestra de Violões, todos organismos da FASCS.

Pelo segundo ano consecutivo, o concerto comemorativo de aniversário da Fundação das Artes na Sala São Paulo possibilitou a alunos, professores e convidados dividir o palco com renomados artistas no equipamento cultural que aparece entre as dez melhores salas de concerto do mundo, segundo o jornal britânico The Guardian.

O espetáculo teve a realização da Fundação das Artes e da Prefeitura de São Caetano do Sul e o apoio institucional da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e da Fundação OSESP.


CONCERTO

A Orquestra Sinfônica Jovem, sob o comando do maestro Geraldo Olivieri, trouxe a público grandes nomes da música instrumental e erudita. Já a Big Band Salada Mista, sob a regência de Ogair Junior, conduziu sucessos de compositores e intérpretes reconhecidos mundialmente, em arranjos vibrantes e uma levada mais popular. Tanto Olivieri como Ogair Júnior lecionam na Fundação das Artes.

Unidos em formação de Jazz Sinfônica, os organismos musicais se apresentaram acompanhadas do artista convidado, Toninho Ferragutti, que levou à Sala de Concertos composições próprias e de artistas consagrados em arranjos que agregam elementos do erudito aos da música popular, uma verdadeira sinergia de ritmos e estilos dos organismos da Fundação das Artes, somados à experiência de mais de 35 anos de carreira do acordeonista.

“Fiquei muito honrado com o convite para ser o solista deste concerto. Em uma época em que ainda nem pensava em ser músico profissional, já ouvia falar a respeito da qualidade dos cursos da Fundação das Artes, por meio de amigos. Por isso, fiquei muito satisfeito e motivado com o trabalho dos profissionais da instituição, com a capacidade e com o empenho de todos os músicos envolvidos e pela amizade com professores que também são músicos da vanguarda paulista, membros de grupos instrumentais. Eles agregam qualidade às formações artísticas”, relatou Ferragutti.

Músico, compositor e arranjador, o artista convidado tem 12 álbuns gravados e uma extensa participação em shows e CDs de renomados artistas no Brasil e no exterior, além de duas indicações ao Grammy latino.

No Foyer da Sala São Paulo, se apresentaram o Grupo de Flautas Doces e o Quarteto de Violões, orientados, respectivamente, pelos professores da casa Maurílio Silva e Fabio Ramazzina, e a Orquestra de Violões da FASCS, com a direção da professora Paola Picherzky.

PROFISSIONAIS DA CULTURA

Na data em que se comemora o Dia do Trabalhador, o concerto de aniversário da Fundação das Artes na Sala São Paulo também prestou homenagem aos profissionais da cultura, proporcionando o reconhecimento da atividade profissional e de sua importância para a disseminação e a popularização das mais diversas manifestações artísticas, bem como para a geração de emprego e renda.

FAZER ARTÍSTICO

A Fundação das Artes é uma instituição de formação artística que, há 51 anos, possibilita desde o primeiro contato até a especialização em cada uma das linguagens da arte: Artes Visuais, Dança, Música e Teatro.

A escola conta com o desempenho de um corpo docente especializado e comprometido, com mais de 100 professores. Somente nos últimos 20 anos, foram efetuadas 59 mil matrículas em cursos livres e técnicos. E, a cada semestre, renova e amplia o atendimento a todos os que procuram oportunidades sólidas no fazer artístico.

Eliane Parmezani – MTb 48.006/SP
06/05/2019

 

voltar