imprensa

Edifício da Fundação das Artes recebe nome de Milton Andrade, um de seus mais expoentes idealizadores

Cerimônia de nominação do prédio terá o lançamento da revista institucional ‘Realizações’ e a participação da Orquestra Sinfônica Jovem

imprensa

No próximo dia 04 de abril, um dos principais líderes artísticos do Grande ABC será eternizado em cerimônia de nominação do prédio da Fundação das Artes de São Caetano do Sul para “Edifício Milton Andrade”. A homenagem a um dos grandes idealizadores da FASCS, tal como é conhecida hoje, será realizado a partir das 18h30, no teatro Timochenco Wehbi.

O evento, que terá o lançamento da revista institucional ‘Realizações’, abre as ações comemorativas do aniversário de 51 anos da Fundação das Artes (em 25 de abril) e também celebra o cinquentenário da transferência da FASCS, a 26 de março de 1969, das antigas instalações cedidas pelo Colégio Vocacional de Vila Santa Maria ao prédio da Rua Visconde de Inhaúma, 730.

Na cerimônia de nominação do prédio, a Orquestra Sinfônica Jovem, sob o comando do maestro Geraldo Olivieri, fará a execução do Hino Nacional. A orquestra prossegue com as honras em um ensaio aberto ao som de Bolero de Ravel.



‘REALIZAÇÕES’

Primeira revista da Fundação das Artes publicada desde 1976, “Realizações” faz o registro dos principais atos de gestão do biênio 2017-2018. É focada no trabalho desenvolvido a partir da modernização dos processos e da reforma administrativa da FASCS.

São compartilhados com os leitores aspectos como os avanços no programa de concessões de bolsas de estudo, a redução dos valores das mensalidades, a ampliação da oferta de vagas, melhorias de infraestrutura, implantação de novos cursos técnicos e de processos pedagógicos, e a adequação do espaço físico aos padrões de acessibilidade, atendendo às necessidades de inclusão de alunos e da comunidade como um todo.

MILTON ANDRADE

Natural de Itapira, interior de São Paulo, Milton Andrade residiu em São Caetano do Sul por mais de 40 anos. Foi um dos responsáveis pela consolidação da Fundação das Artes no prédio da Rua Visconde de Inhaúma, 730, onde se dedicou à sua organização e expansão, elevando a escola a centro de excelência na formação e difusão das artes.

Esteve na direção da FASCS de 1969 até 1983, período em que a Fundação angariou prestígio e reconhecimento pela excelência de seus inovadores cursos de formação artística. Em 27 de agosto de 2007, recebe o título de Cidadão Sul-são-caetanense, em cerimônia no teatro Timochenco Wehbi, ligando a sua cidadania à instituição.

“Há um objetivo central que é claro: criar e manter escolas de arte”, dizia o líder que organizou e coordenou com maestria todo o movimento do novo edifício, acolhendo, estimulando e apoiando os que neste espaço deixaram suas marcas.

Serviço

Cerimônia de nominação do prédio da Fundação das Artes para “Edifício Milton Andrade”
Lançamento da revista “Realizações”
Ensaio aberto da Orquestra Sinfônica Jovem da FASCS

04 de abril, às 18h30
Teatro Timochenco Wehbi – Rua Visconde de Inhaúma, 730, bairro Nova Gerty, São Caetano do Sul

Da Redação
02/04/2019

 

voltar